Ponto Final

30.11.14



Aqui é o ponto final. 

É aqui onde retiro as malas, pronta para um novo começo. Espero que a viagem tenha valido a pena para ti, porque para mim, valeu. Ao teu lado, por mais conturbada que, na maior parte das vezes, ela se mostrou ser, gostei do que vi no caminho - foste uma boa companhia. Ainda que em alguns momentos eu tivesse a sensação de que tornara-se um pouco sufocante, fazendo-te sentir tentado a vomitar o resto de amor que sentias por mim, isto passava porque eu te mostrava o quanto aquilo tudo era divertido; A tua companhia era divertida...  
E agora chegamos ao ponto. 
Um pouco triste, eu sei. Eu ficarei mesmo por aqui, onde me encontraste outrora - tentarei reerguer-me como puder. 
- Não, não tem como voltar! - Dizes tu - essa carruagem é só de ida. Acrescentas simulando calma 
E eu pergunto para mim mesma, se sabias que não aguentarias esta longa jornada, por que me tiraste daqui? Por que motivo desenterraste as minhas raízes e me prometeste um novo mundo? 
Agora já não importa. Vai, antes que a felicidade se perca no caminho e nunca mais a encontres. Apressa-te, tens de a alcançar. Alcançe e partilha com mais alguém. Tenta não ser egoísta ao pensar que só tu a precisas. Como sempre me disseste - a felicidade é urgente e ela não espera por ninguém. Então vai ser feliz agora! Não quero sentir-me obrigada a mudar de ideia e te implorar para ficar, pois custou aceitar que me deixarias pelo caminho. 
 Um pensador qualquer um dia já disse,"que seja eterno enquanto dure" Então, se acabou, acabou. Já não insistirei no que passou, afinal, já passou. Já chorei e já sorri; a vida se renova seja por bem ou por mal e disso não podemos fugir. Espero poder receber cartas tuas, contando-me sobre as tuas aventuras, os novos caminhos e conquistas. 
 Adeus.

Leia Também

4 Comentários

Post's Populares

Gosta do Blog no Facebook

Flickr Images

~