To Hater With Love

16.8.12





Para tu que me odeias,

Promete que nunca vais deixar de odiar-me ou não sei se a vida continuaria a ter sentido para mim. Olha, a minha gratidão não tem limites, pois sei que tu poderias estar a fazer outras coisas em vez de odiar-me - cuidar da própria vida, por exemplo. Dedicando-se mais ao teu trabalho, estudando um pouco. Mas não, tu preferes gastar o teu precioso tempo detestando-me. Nem sei se mereço tão grande consideração.
Prometo nunca te decepcionar fazendo algo de que tu gostes. Ao contrário, vou continuar a esmerar-me para realizar coisas que deverão  deixar-te ainda mais nervoso comigo. Prometo que tentarei descobrir novas formas de te deixar irritado. Prometo jamais responder-te à altura quando fores, eventualmente, estúpido comigo, ao verbalizar tão grande ódio.
Eu me sinto feliz! Pois esta, é a forma mais sincera de admirar alguém.

Meus mais sinceros e “alegres” cumprimentos.


Essa carta serve de identificação para homens e mulheres que são/sentem-se odiados por algo que fazem ou tenham feito:
Se tu odeias alguém, é porque odeias alguma coisa nesta pessoa que faz parte de ti. O que não faz parte de nós não nos perturba.

Leia Também

2 Comentários

  1. Maravilhoso.. Bem escrito mesmo...
    Sabes, vou imprimir e dar a um pra ver se assim nao me suporta mais ainda! Hehe, beijos :*

    ResponderEliminar

Post's Populares

Gosta do Blog no Facebook

Flickr Images

~